A história do Artesanato – Tudo sobre ele!

A história do artesanato confunde-se com a história do próprio ser-humano!

Artesanato feito com cerâmica-potesPara contar a história do artesanato, devemos primeiro observar a atitudes do homem desde o início da criação. Veja que o ser-humano viveu milhares de anos sem nenhum tipo de tecnologia, sem ferramentas que hoje é tão simples de se ter e facilita e muito a nossa vida e o nosso dia-a-dia. E por mais que queiramos fugir da realidade dos tempos passados, produzindo cada vez mais aparelhos modernos, nunca vamos deixar de admirar e de comprar produtos feitos à mão. Pois além de serem lindos, gerarem rendas, serem úteis e decorativos, também ajudam a proteger o meio ambiente e a natureza em geral. Pois na maioria das vezes são produzidos por matérias-primas naturais e por materiais que despejamos nas ruas, nos rios e nas florestas. Para uma pessoa comum, uma latinha de alumínio, uma garrafa pet, u qualquer outro material reciclável é lixo, mas para o artesão pode ser luxo. Matéria prima para a sua produção.

 

O artesanato entra na história a partir de onde?

 

 

A história do artesanato feito com casca e frutosEsta palavra: “Artesanato”, entra na história humana desde muito cedo. Foi praticamente junto com o surgimento do homem. Pois relatos mostram que a produção de artesanato vem desde cerca de 6000 anos antes de Cristo, com a necessidade de se desenvolver técnicas de aperfeiçoamento para a sobrevivência na selva e na vida cotidiana daquela época. Por muito tempo o artesanato foi aliado do homem em todas as suas atividades cotidianas. Desde instrumentos de madeira para caça e pesca, descoberta do manuseio da cerâmica, ferramentas feitas com pedra, até as chamadas “fundas”, usadas para se matar animais de pequeno porte, para o sustento das famílias. Então, através das informações históricas contidas nos livros, Incluindo a Bíblia, percebe-se que o artesanato acompanha-nos desde a nossa mais remota vida na terra, porque tudo que é usado para algum fim de facilitar a vida do homem, que não se colheu naturalmente da natureza, ou seja: (que foi modificado pela mão humana) e que não faz parte do seu corpo e nem é industrializado, é considerado artesanato.

 

O artesanato e a história da industrialização.

 

 

atesanato fabricado no tear-tecido de algodãoMuito se produziu artesanalmente por toda a longa história da humanidade. O artesanato mudou a vida dos primeiros habitantes da terra e até hoje ainda traz renda e muito trabalho às famílias de artesãos do mundo mundo inteiro. Mas nem sempre foi tão fácil se trabalhar com artesanato e obter renda para manter a casa. Principalmente em um período da História que mexeu na rotina e na estrutura do ser-humano. A famosa revolução industrial. Esta época fi uma grande revolução mesmo. Muita gente teve que adaptar-se ao novo mundo, uma nova rotina para o “bem” da humanidade. Com este acontecimento, o trabalho manual foi cada vez mais, sendo substituído pelas máquinas industrias, que passaram a aumentar a produção e diminuir drasticamente o artesanato, que passou a perder e muito o seu valor. A revolução foi tão forte, que a indústria passou a tomar conta de todos os setores possíveis de produtos. Desde a produção na lavoura, agricultura, até a invenção dos veículos automotores, que acelerou ainda mais este processo e que retratou no que vemos hoje, com um grande avanço tecnológico e a criação da internet.

 

 

Artesanato histórico e moderno se uniram e estão virando o jogo.

 

 

artesanato feito com cerâmica e capim douradoMas tempos depois de ter sido inserida definitivamente na sociedade a prática industrial, deixando para trás o trabalho manual, as coisas foram tomando um outro rumo e mudando a história novamente. Depois dos anos 70 para início dos anos 80, os artesãos foram também mudando as sua maneira de pensar, deixaram de lado o lado mais primitivo e começaram a renovar os seus conceitos dentro de si, fazendo assim com que as pessoas voltassem a amar o artesanato novamente. mas para isto, migraram-se para a produção de artesanato para decoração, produtos úteis que podem concorrer com os da indústria, bijuterias , pinturas, brinquedos, sabonetes, bordados, cerâmicas e outros tipos de produtos artesanais que fazem a diferença e que hoje voltaram a ter o seu devido valor e crescente a cada dia esta expectativa de valor do artesanato. ainda tem muito a ser feito, mas existem várias instituições que apoiam e comercializam este tipo de produto.

A história do artesanato com a internet, mudou o conceito do mundo.

 

 

miniatura de saxofone vendido pela internetO artesão que historicamente é considerado um artista, está cada vez mais incluso no meio artístico e digital. A pouco tempo atrás, alguns poucos anos, não tínhamos uma boa relação com o artesanato, porque ficou um pouco esquecido, ficou escondido atrás do preconceito para com este trabalho. Era tido como um quebra-galho, como coisa de quem não tinha muito o que fazer, chegando o artesão a ser considerado como alguém preguiçoso. E isso se propagou por um longo período, com muitas dificuldades para que a situação fosse revertida novamente. E por uma grande ironia do destino, foi instituída no mundo, a internet. Esta máquina de fazer entretenimento, que mudou toda a nossa história e a do artesanato também. E desta vez fez um efeito contrário àquele da revolução industrial, porque esta ferramenta tornou-se uma grande e importante aliada do artesão, que pode hoje expandir a sua técnica e aumentar em muitas vezes a comercialização dos seus produtos, podendo até exporta-los através de plataformas digitais que fazem um trabalho muito bom e que deixam o artista muito conhecido no seu lugar e/ou em todo o mundo. Esta sim foi a grande virada para este seguimento, que hoje ganhou um imenso valor no mundo, o valor que nunca deveriam ter tirado, pois é desde os tempos primórdios, um grande aliado na vida e na sobrevivência humana.

 

Conclusão!

 

foto de boneca de palha de milho artesanalPara concluir o nosso artigo sobre a história do artesanato, vamos dar uma ênfase maior para a arte reciclada, pois os materiais existentes na natureza são na sua maioria, recicláveis. O artesão que trabalha com este tipo de matéria-prima, está fazendo o bem e trazendo renda para a sua casa e merece o nosso respeito e a nossa admiração. Este profissional produz as suas peças com muito amor, dedicação e perfeição. O que o faz ser diferente  da maioria dos outros trabalhadores no mundo, que trabalham em grandes empresas e muitas vezes não gostam nem um pouco do que fazem, mas que precisam aguentar o emprego, o patrão e o pequeno salário por terem a obrigação de garantirem o sustento da sua família.

Esta foi a nossa contribuição para a mudança no pensamentos dos muitos brasileiros e outras pessoas do mundo inteiro sobre o artesanato e sua história, sobre a profissão-artesão. Que o artesão seja reconhecido como um grande artista e que tenha o seu devido valor na sociedade e no comércio.

Se você gostou deste nosso post, se de alguma forma ele contribuiu na sua vida como experiência ou aprendizado, deixe abaixo o seu comentário, crítica, sugestão, ou opinião. Assim teremos a certeza que estaremos trazendo até você o melhor conteúdo, ou se tivermos que buscar outras alternativas, que saibamos o que te agrada. Curta a nossa página no Facebook!

 

 

Vídeo-aula grátis ensina como escrever QUALQUER PALAVRA com arame de alumínio. O segredo agora foi revelado a você gratuitamente!

Marcos

Olá! Meu nome é Marcos Soares Almeida. Atualmente faço artesanato com arame de alumínio, mas decidi estudar um pouco a questão do trabalho online, por isto montei este blog. Seja muito bem vindo ao meu blog: ARTESANATO PARA DECORAÇÃO!

Website: http://artesanatoparadecoracao.com.br

9 Comentários

  1. Hiranete de Paula

    Ola Marcos boa noite, sou artesã e trabalho com vários tipos de artesanato, mais a minha grande paixão e a reciclagem, ultimamente tenho produzido pouco pois estou fazendo graduação em produção cultural, mais o motivo de visitar a sua pagina é que o meu trabalho de conclusão de curso e sobre o artesanato, e sim gostei muito.

  2. EDNA CASTRO

    nao podemos esquecer a primeira arte, vou continuar resistindo como artesao trabalhando e fazendo com as maos

  3. É Isso aí Edna Castro.Nunca desistir, mesmo que nas dificuldades é para os fortes e nós artesãos somos muito fortes.
    Muito obrigado pelo seu comentário!
    Grande abraço!

  4. Que bom Hiranete!
    Fico muito feliz por saber que tem pessoas empenhadas em fazer crescer o artesanato no Brasil.
    Muito obrigado pela visita! Grande abraço!
    Se puder me ajudar a divulgar o meu blog, compartilhe com os seus amigos.
    Também tenho um canal no youtube onde ensino a fazer algumas coisinhas de artesanato e tenho também entrevistas com outros artesãos.
    Veja o link do canal: https://www.youtube.com/channel/UCE-YAjs1rjP8TAOmewbPQQQ

  5. Muito bom o seu conteúdo.Meu nome é Gabriela, sou costureira e recentemente encontrei uma forma de vender produtos na internet para aumentar minha renda como costureira clique no meu nome que tenho um vídeo onde explico detalhadamente.

    Um grande abraço.

  6. Obrigado Gabriela! Vou ver sim.
    parabens!

  7. Grande Abraço!

  8. MARIA APPARECIDA GOMES PIOLA

    Gostei muito de seu post . Vou entrar no YOUTUBE e acompanhar o que você comunica sobre artesanato.
    Não sou artesã, mas admiro quem transforma objetos variados em arte .Gostei muito do que voce mencionou e que penso ser a chave de transformação de mentes : o uso de materiais que degradando o meio ambiente poderão deixar de ocupar este lugar e se tornarem objetos adequados e bonitos. Obrigada . Vou espalhar a notícia .

  9. Olá! Maria Aparecida..
    Agradeço pelo seu comentário!
    Obrigado também por ajudar a divulgar o meu trabalho!
    Grande Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *